“Exemplo” para liberais, Macri entregará Argentina afundada na pobreza

Blog do Renato

Presidente do país vizinho — que era celebrado pelos liberais brasileiros como exemplo a ser seguido — está longe de cumprir promessa eleitoral de reduzir pobreza a zero; pobres já são 33,6% da população.

 

 O aumento da pobreza teve reflexos na alimentação dos argentinos O aumento da pobreza teve reflexos na alimentação dos argentinos

Uma das promessas de campanha de Mauricio Macri na corrida eleitoral argentina de 2015 foi “pobreza zero”. A nove meses da próxima eleição presidencial, os números estão mais distantes da meta do que antes de ele chegar à Casa Rosada. A parcela da população do país classificada como pobre passou de 29,2%, no terceiro trimestre de 2015, para 33,6% no mesmo período de 2018.

Entusiastas das propostas ultraliberais de Macri apostavam que economia argentina iria decolar após anos de governo dos Kirchner, mas o entusiasmo inicial logo virou decepção e a economia começou a degringolar com barbeiragens na condução da política monetária e empobrecimento geral…

Ver o post original 541 mais palavras

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.